Depressão é falta de Deus? Entenda agora

Índice

Nós sabemos que muitas pessoas já falaram e ouviram que a depressão é falta de Deus, contudo será mesmo que essa frase é verdade? Hoje nós queremos discutir sobre a relação que as pessoas criaram entre um poder divino (a figura de Deus) e um transtorno psicológico.

Entendemos que muitas pessoas veem a religião enraizada em seu dia a dia, porém algumas vezes todo esse fanatismo pode prejudicar a vida do outro.

Com certeza alguém que não acredita em qualquer tipo de religião não se sente confortável com essa afirmativa, de que a causa da depressão seria a falta de Deus.

Isso também exprime uma ideia de que basta procurar por Deus que todos os problemas acabam, quando na verdade isso pode funcionar somente com aqueles que acreditam e possuem a sua fé.

Então, vamos discutir um pouco melhor sobre a afirmativa de que a depressão é falta de Deus.

Comunidade da Fepo

Então será que a depressão é falta de Deus?

Como já é de conhecimento comum, a depressão se trata de um transtorno mental cuja característica principal é a falta de vontade em realizar qualquer coisa, inclusive coisas da rotina diária, que a pessoa já estava acostumada.

No caso do paciente que é devidamente diagnosticado com a depressão, é necessário que o profissional faça uma análise toda a rotina dessa pessoa, desde o seu humor até a vontade que ela tem de realizar qualquer atividade.

Na maioria das vezes, a pessoa passa parte do seu dia com o humor bem para baixo, sem estímulos, mesmo que alguém tente incentivar ou coisa parecida. Por outro lado, é necessário compreender também que as pessoas podem oscilar de humor, aparentando estar bem em algumas situações em específico.

depressão_é_falta_de_deus

Terapia online para sua saúde e bem-estar

Tudo que ocorre de modificação na cabeça desse paciente, desde pensamentos ou sintomas físicos, vai ser levado em consideração na hora da análise, e por isso esses sintomas definem a depressão.

Nesse sentido, a religião surge com uma premissa de que o seu objetivo é ajudar os indivíduos a se encontrarem na vida, oferecendo-lhes um direcionamento. Depressão é falta de Deus? Como pode perceber essa pergunta é um equívoco.

Na maioria das vezes, as pessoas se perguntam sobre o seu propósito aqui na terra e o que deve ser feito para que se atinja a felicidade, e a religião mostra o seu ponto de vista, que pode ser muito atraente para quem está precisando disso.

Isso não significa necessariamente que a religião tem a resposta para tudo, e sim que ela oferta a sua perspectiva de como é a vida e se isso te agrada, você naturalmente vai querer andar junto com eles e se juntar a esse estilo de vida.

Chat de Apoio Emocional

A depressão por sua vez tem uma relação íntima com uma vida mais sofrida, como se você não estivesse dando tudo de si, e precisasse de algo maior para te ajudar.

Dessa forma, a religião (como um todo, sem citar qualquer uma em específico) demonstra que a sua depressão foi causada pela falta de hábitos ou códigos de conduta, e por isso reina a falta de ânimo em sua vida.

Esse discurso pode ser benéfico e rentável para alguém que já está acostumado com os hábitos da vida religiosa, afinal essa pessoa logicamente acredita no que é pregado. Porém, nem todos são adeptos a esse tipo de convivência, o que precisa ser respeitado.

Lembrando também que só pelo fato de que você é religioso e está passando pela depressão, isso não significa que não é necessário ou interessante buscar por ajuda médica profissional da área de psicologia.

Todos nós podemos nos beneficiar com os serviços que são oferecidos pela psicologia e não devemos recusar ou negligenciar de forma alguma.

A religião se origina no meio desse objetivo de alcançar um propósito na vida, e a o mesmo tempo preencher um certo vazio.

Programa de Atendimento Social

Religião então seria um elemento terapêutico?

Dessa forma, como foi exposto acima, a religião pode ser algo forte e profundo para alguns, porém pode servir como um elemento terapêutico para outros, afinal a comunidade da religião pode ser muito acolhedora.

Porém, a falta de religião não significa que você esteja com depressão, essa não é a causa desse transtorno mental.

É interessante lembrar também que a religião pode ser algo decisivo para você caso tenha uma relevância na sua vida, mas isso não é justificativa para impor o seu pensamento em problemas alheios.

O ideal, caso você queira aconselhar um amigo ou próximo, é que se indique a visita para um provável acompanhamento com profissionais área de psicologia, afinal eles estão devidamente capacitados para te ajudar nessa situação.

As causas da depressão na verdade podem ser as mais variadas possíveis, porém a falta de religião não é uma delas com certeza, pois isso varia de fé para crença de cada um.

Lembre-se sempre de cuidar tanto da sua saúde mental quanto física, a sua mente fala através dos sintomas físicos.

Felipe Laccelva

Felipe Laccelva

Psicólogo formado há mais de dez anos, fundador e CEO da Fepo. Fascinado pela Abordagem Centrada na Pessoa, que tem a empatia como eixo central para transformar o ser humano. Sempre buscou levar a psicologia para mais pessoas e dessa forma criar um mundo mais saudável e acolhedor.

Agendar consulta