Os 10 distúrbios psicológicos mais comuns e suas característica

Índice

Estima-se que, no Brasil, 25% dos brasileiros sofreram, sofrerão ou sofrerão algum tipo de transtorno mental ou psicológico. Nos dados de 2016, o número de pacientes psiquiátricos ou de saúde mental aumentou em relação aos três anos anteriores.

A crise econômica e a falta de acesso a serviços de saúde mental contribuíram para o aumento da incidência de problemas psicológicos. Agora, quais distúrbios são geralmente mais comuns? Ao longo deste artigo iremos descobrir quais são os 10 distúrbios psicológicos mais comuns e suas principais características.

O que é um distúrbio psicológico?

disturbios-psicologicos
Antes de prosseguir com a descrição dos principais distúrbios psicológicos, é útil saber exatamente em que consiste uma condição psicológica. Determinar o que é um distúrbio psicológico não é uma tarefa fácil. De acordo com a quinta edição do Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais (DSM-V), o termo “transtorno mental” não pode ser determinado de forma operativa para que possa abranger todas as situações possíveis.

A nível prático, podemos compreender que um transtorno mental ou psicológico é uma espécie de disfunção psicológica que uma pessoa sofre e que está associada a sentimentos de angústia, deterioração e inclui reações que não são esperadas de acordo com o contexto cultural.

Em relação à disfunção psicológica, entendemos este conceito como a diminuição ou cessação do funcionamento das habilidades cognitivas, emocionais ou comportamentais. Qualquer transtorno pode se manifestar de inúmeras maneiras, dependendo da pessoa que sofre dele.

Comunidade da Fepo

Quais são os 10 distúrbios psicológicos mais comuns?

Depois de uma definição aproximada do que é um transtorno psicológico, vamos listar e descobrir quais são os principais transtornos mentais ou psicológicos mais comuns e quais são suas características.

  1. Transtorno de ansiedade generalizada

A ansiedade é considerada uma emoção caracterizada por sentimentos e estados de tensão, preocupações recorrentes acompanhadas de alterações fisiológicas. Embora os sentimentos de ansiedade sejam normais em situações potencialmente prejudiciais ou preocupantes, o transtorno de ansiedade generalizada (TAG) é considerado um problema psicológico.

No caso do TAG, é categorizado como um transtorno crônico que envolve ansiedade excessiva e duradoura, acompanhada por preocupações com situações, objetos ou eventos inespecíficos.

Embora existam muitos mais transtornos de ansiedade, o transtorno de ansiedade generalizada é o mais comum de todos.

Terapia online para sua saúde e bem-estar
  1. Depressão

A depressão é um distúrbio psicológico muito comum na população em geral que afeta negativamente a maneira como a pessoa se sente, pensa e age. Felizmente, a depressão pode ser tratada de forma eficaz com psicoterapia e terapia medicamentosa.

No entanto, se não for tratada, pode levar a uma ampla variedade de problemas emocionais e físicos graves que podem contribuir para um declínio no funcionamento social e profissional de uma pessoa.

Para que a depressão seja diagnosticada como tal, os sintomas devem estar presentes por pelo menos duas semanas e podem variar de leve a grave. Alguns dos sintomas mais característicos da depressão são:

  • Sentimentos de tristeza e humor deprimido
  • Anedonia ou perda de interesse em atividades anteriormente agradáveis
  • Mudanças no apetite e mudanças no peso corporal
  • Perda de energia e aumento da sensação de fadiga
  • Sentimentos de inutilidade ou culpa
  • Falta de autoestima
  1. Transtornos alimentares

Os transtornos alimentares ou transtornos alimentares são um tipo de transtorno psicológico que é definido por hábitos alimentares anormais que afetam negativamente a saúde física e mental da pessoa que os sofre.

Chat de Apoio Emocional

Os transtornos alimentares comuns incluem:

  • Transtorno da compulsão alimentar periódica: nele a pessoa ingere compulsivamente uma grande quantidade de alimentos em um curto período de tempo.
  • Anorexia nervosa: a pessoa restringe o consumo de alimentos, comendo muito pouco e, como consequência, tem um peso corporal muito baixo.
  • Bulimia nervosa: após uma compulsão alimentar, a pessoa tenta eliminar do corpo os alimentos ingeridos por meio de comportamentos purgativos.
  • Coceira: a pessoa ingere quase tudo compulsivamente ao longo do dia.
  1. Fobias

As fobias são outro dos tipos mais comuns de transtorno psicológico entre as pessoas. Categorizadas em transtornos de ansiedade, as fobias são caracterizadas por serem uma reação de medo excessiva, irracional e incontrolável a um estímulo, seja uma situação, um contexto, um objeto, um animal, etc.

O impacto de uma fobia pode variar de irritante a altamente incapacitante. Na maioria das vezes, a pessoa tem consciência de que seu medo não tem base racional, mas, mesmo assim, não consegue controlá-lo.

  1. Transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH)

Esse polêmico transtorno que afeta, sobretudo, crianças e jovens, é considerado um transtorno de conduta que inclui sintomas como desatenção, hiperatividade e comportamento impulsivo.

Os sintomas de TDAH tendem a aparecer em uma idade jovem e podem se tornar mais intensos quando as circunstâncias ou o ambiente da criança mudam. No entanto, na maioria dos casos, os sintomas melhoram com o passar dos anos. Ainda assim, muitos adultos com diagnóstico de TDAH em uma idade jovem continuam a ter problemas como problemas de atenção ou impulsividade.

Pessoas com TDAH também podem sofrer de outras dificuldades adicionais, como ansiedade ou distúrbios do sono.

Programa de Atendimento Social
  1. Transtorno bipolar

O transtorno bipolar, junto com a esquizofrenia, é um dos tipos de transtorno psicológico mais estigmatizado que existe. Essa condição causa na pessoa uma série de oscilações extremas de humor, que vão desde alturas emocionais, conhecidas como mania ou hipomania) até estados de depressão ou depressão severa.

No estado de mania, a pessoa vivencia sintomas como euforia, transbordamento de energia ou irritabilidade, enquanto a depressão é caracterizada pelo aparecimento de sentimentos de tristeza, desesperança e anedonia.

Embora o transtorno bipolar seja uma condição crônica, a pessoa pode se tornar capaz de controlar suas alterações de humor e outros sintomas seguindo um plano de tratamento apropriado.

  1. Desordem de personalidade

Os transtornos de personalidade abrangem toda uma gama de transtornos mentais caracterizados por padrões de longa duração de comportamento desadaptativo, cognição e experiência interna, exibidos em muitos contextos e que diferem daqueles aceitos pelo contexto social e cultura do indivíduo.

A quinta versão do DSM diferencia entre dez transtornos de personalidade específicos: transtorno de personalidade paranóide, esquizóide, esquizotípico, anti-social, limítrofe, histriônico, narcisista, esquivo, dependente e obsessivo-compulsivo.

  1. Transtorno do espectro do autismo (ASD)

Como muitos dos outros tipos de transtornos acima, o transtorno do espectro do autismo abrange uma variedade de condições psicológicas classificadas como transtornos do neurodesenvolvimento.

Pessoas com diagnóstico de transtorno do espectro do autismo podem apresentar dois tipos de sintomas: dificuldades de comunicação e interação social, ou padrões de comportamento, interesses ou atividades restritas e repetitivas.

No manual de diagnóstico do DSM-V, os transtornos do espectro do autismo foram redefinidos, incluindo diagnósticos como síndrome de Asperger, transtorno invasivo do desenvolvimento, não especificado e transtorno desintegrativo da infância.

  1. Esquizofrenia

Um dos transtornos mentais mais conhecidos, mas também muito pouco compreendido pela população em geral, é a esquizofrenia. Nesse transtorno mental considerado grave, a pessoa percebe e interpreta a realidade de forma patológica ou diferente de como o faz o resto da população.

A esquizofrenia pode causar uma combinação de alucinações, delírios e pensamentos e comportamentos desordenados que tendem a prejudicar o funcionamento diário e podem ser muito incapacitantes.

  1. Transtorno de pânico

Finalmente, o último tipo mais comum de transtorno psicológico é o transtorno do pânico. Uma pessoa com transtorno de pânico experimenta ataques repentinos e repetitivos ou episódios de medo intenso (pânico) e desconforto que atingem o pico em poucos minutos.

Durante esses episódios, a pessoa apresenta sintomas físicos como dor no peito, palpitações, falta de ar, vertigem ou desconforto abdominal. Às vezes, o medo pode ser tão intenso que é acompanhado por um forte medo de morrer ou enlouquecer.

Felipe Laccelva

Felipe Laccelva

Psicólogo formado há mais de dez anos, fundador e CEO da Fepo. Fascinado pela Abordagem Centrada na Pessoa, que tem a empatia como eixo central para transformar o ser humano. Sempre buscou levar a psicologia para mais pessoas e dessa forma criar um mundo mais saudável e acolhedor.

Agendar consulta