Como aliviar os problemas emocionais?

Índice

Problemas emocionais podem assumir várias formas: depressão, distúrbio alimentar, álcool em excesso ou produtos psicotrópicos ilícitos, automutilação, pensamentos suicidas, etc.

Seja qual for a forma, é uma emergência psicológica que pode ser fatal. Daí a importância de saber reconhecer os primeiros sintomas nas pessoas que nos rodeiam. Descubra neste artigo como aliviar os problemas emocionais.

O que são problemas emocionais?

Na verdade, quando seu sistema nervoso central é afetado, ele pode perturbar suas emoções. Você pode alternar de um estado para outro sem nenhum motivo específico.

Sem esquecer o contexto de tensão e transtorno relacionado à doença em sua vida. Contexto durante o qual surgem várias emoções que refletem estágios psicológicos normais, naturais e humanos.

A pessoa que sofre de problemas emocionais oscila de um estado para outro, de uma confiança renovada para duvidar e eventualmente isolar-se. Isso geralmente perturba aqueles ao seu redor que não sabem como reagir a isso.

Comunidade da Fepo

Quais são os sinais de um distúrbio emocional?

Os sintomas dos problemas emocionais não devem ser confundidos com os da depressão. No entanto, uma mudança repentina no comportamento de uma pessoa é o primeiro sinal visível de sofrimento emocional. Essas mudanças nas emoções podem assumir diferentes formas:

  • negligência com a higiene pessoal,
  • mudanças radicais e deterioração dos hábitos de sono,
  • ganho (ou perda) repentino de peso,
  • mudanças inexplicáveis ​​no humor,
  • maior irritabilidade,
  • acessos de raiva, ansiedade ou tristeza

problemas_emocionais

Os problemas emocionais também podem resultar em um declínio no desempenho físico ou intelectual. Sob diversos ângulos, é a instalação de um sofrimento mais ou menos marcado associado ao desejo de isolamento. O início dos sintomas ocorre gradualmente ao longo do tempo.

Terapia online para sua saúde e bem-estar

Problemas emocionais, quais são os tratamentos?

Os problemas emocionais podem surgir como resultado de um drama, como a morte de um ente querido. Esse sentimento é normal, mas então você tem que saber virar a página.

Embora a dor física possa ser aliviada com analgésicos, o mesmo não pode ser dito para os problemas emocionais. Na verdade, quando esse sofrimento vem de uma emoção dolorosa de suportar, é mais difícil de tratar.

No entanto, cada indivíduo tem suas próprias armas para superar essa dor. Tudo depende das circunstâncias e do apoio recebido de entes queridos. Algumas pessoas vêem as situações difíceis como experiências gratificantes para seguir em frente.

Outros, por outro lado, veem as dificuldades como um obstáculo ao seu progresso em direção ao futuro.

Chat de Apoio Emocional

Neste último caso, é importante prestar atenção a isso. Na verdade, essa reação pode se tornar crônica e causar distúrbios fisiológicos. Saiba que nossa atitude e nossas decisões são decisivas para encontrar o caminho da felicidade.

Aqui estão dicas para ajudá-lo a sair de um estado de turbulência emocional:

Aproveite o tempo para se curar

Não é fácil aliviar uma perturbação emocional e recuperar a lucidez. Na verdade, isso leva tempo.

Reserve um tempo para descansar, se necessário, para curar seus ferimentos. Certifique-se de se recuperar totalmente para que possa receber todas as oportunidades da vida novamente. Lembre-se de ser gentil consigo mesmo, confiar em si mesmo e seguir em frente.

Tome consciência do seu sofrimento

Cada um de nós tem a capacidade de avaliar os sentimentos que o animam: dores emocionais, ansiedades, frustrações e qualquer outro sentimento que mude nossa percepção do mundo.

Programa de Atendimento Social

É essa habilidade que permite que você tome consciência de seu sofrimento. Lembre-se de que esse sentimento não deve durar. Sua vida não é a soma de suas experiências ruins. Pare de alimentar sua vida diária com tudo que é negativo em sua vida. Não deixe o que está errado tomar conta de sua vida.

Reserve um tempo para si mesmo

Às vezes, depois de um rompimento, pode acontecer que sintamos um imenso vazio. Você deve reservar um tempo para si mesmo a todo custo para melhorar sua autoestima.

A solidão permitirá que você identifique, ame e aprecie o que é bom para você. Descanse e faça atividades que o preencham com prazer e bem-estar.

Não tome decisões precipitadas

A dor psicológica faz com que muitas pessoas ajam impensadamente. Sem pensar nas possíveis consequências de suas ações. No entanto, essa reação pode piorar a situação ou levá-lo a escolhas que não se adequam a você.

Isso porque quanto maior a dor emocional, maiores são as chances de se tomar uma decisão inadequada. Aproveite o tempo para se acalmar. Chore se precisar e pense nisso por alguns dias. Só então você pode escolher que ação tomar.

Busque o apoio de seus entes queridos

Para superar uma turbulência emocional, cerque-se de pessoas que o façam sentir-se bem. Pessoas que te fazem rir, que sabem distraí-lo com atividades que você gosta.

Esse suporte emocional é fundamental para lidar com a dor causada por um distúrbio emocional. Um conselho, uma palavra atenciosa ou um simples sorriso têm a capacidade de afetar a maneira como você pensa sobre as dificuldades.

Felipe Laccelva

Felipe Laccelva

Psicólogo formado há mais de dez anos, fundador e CEO da Fepo. Fascinado pela Abordagem Centrada na Pessoa, que tem a empatia como eixo central para transformar o ser humano. Sempre buscou levar a psicologia para mais pessoas e dessa forma criar um mundo mais saudável e acolhedor.

Agendar consulta